O Divã amigo de cada

Toda mulher merece um divã amigo para expressar suas emoções, frustações e decepções, e esse divã pode ser num analista ou num buteco com as amigas. Divas no Divã conta histórias de mulheres guerreiras que estão sempre disposta a superar seus fantasmas e correr em busca da sua felicidade, e essa felicidade só é encontrada quando descobrimos que o outro não é o autor deste sentimento e sim nós mesmas.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Síntese do livro: Por que os homens amam as mulheres poderosas?

 A mulher poderosa não é aquela dominadora, arrogante, dona da verdade que todo homem despreza. Ela é amável, porém decidida, sabe quem é, sabe o que quer, conhece seus pontos fortes e fracos, gosta da sua própria companhia, é livre, confiante e satisfeita com ela mesma; Sabe usar toda sua feminilidade a seu favor, e não aceita ser desrespeitada para poder alcançar os seus objetivos, se destacando por estabelecer as próprias regras.
As maiorias dos homens sentem atração pela mulher poderosa porque é emocionante a tentativa de dominá-la.

A mulher poderosa acredita que tem mais a oferecer do que apenas a sua sexualidade, e por ser bastante sensual, não despeja a sua sensualidade como fosse a ultima coisa a oferecer. Ela sabe que o excesso de conversa desgasta e não resolve nada, prefere agir a falar, e quando fala é clara e suscita. Julga o homem a partir de suas próprias experiências, tem paciência para deixar o tempo passar para observar como o homem se comporta. 

A mulher poderosa não pára de dançar no seu próprio ritmo, não abre mão dos amigos, da ginástica, das festas... Ela simplesmente segue sua rotina vendo a possibilidade de incluir ou não o seu parceiro na sua vida diária. Ela não entrega o controle da sua vida em nome de algo “possivelmente melhor”, nunca abre mão de seus valores, prioridades ou preferências, pois sabe que quando ama a vida com ele ou sem ele, o homem aceita e valoriza ainda mais quem ela é. Homem nenhuma abre mão de seus amigos, de suas escolhas, por isso eles respeitam e admiram as mulheres que não abrem mão do que é importante para elas.

Quando um homem pensa em uma mulher que tem controle sobre sua própria vida, ele automaticamente pensa nas preferencias dela e como agradá-la, e quando essa mulher  tem consciência do seu valor, os homens de qualidade se esforçam para chegar ao seu nível, um homem nunca vai respeitar a sua independencia se você depender dele para pagar as suas contas, pois o seu trabalho e o certificado da sua autonomia.


Portanto, se coloque sempre em primeiro lugar, as pessoas só vão conseguir abalar a sua fé se você permitir, ande sempre de cabeça erguida e siga em frente, jamais permita que um homem ou qualquer outra pessoa abale a sua auto-estima, porque isso é na verdade tudo que você possui!

ARGOVI, Sherry. Porque os homens amam as mulheres poderosas. Rio de Janeiro: Sextane, 2009.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Homem frouxo

Desperta o desejo de uma mulher e não ter a intenção de saciá-la é umas maiores corvadias que um homem possue. Se tem uma coisa que toda mulher não suporta é homem frouxo ou imaturo, aquele que não permite aventurar-se, que tem medo das consequências que pode ou não acontecer, ( tipo do homem que acende o fogo e joga água depois), ave maria isso é broxante!!!!
Mulher gosta de homem de atitude, que tem iniciativa, que não tem medo de correr risco para atingir seus objetivos, homem que sabe o que quer, que não faz rodeios...Toda mulher madura sabe separar tesão de sentimento, e não tem medo de se envolver somente por prazer, ela sabe a hora de recuar se preciso for, e não precisa fingir ou esquecer caso não tenha valido a pena. O importante é saber viver os momentos bons e encarar as consequências com sabedoria e discernimento.
A mulher inteligente e confiante detestas as coisas mornas, as coisas que não provocam nem ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos...Viver tem que ser pertubador, é preciso que os anjos e os demônios sejam despertados, e com eles todos os sentimentos provocadores: Aqueles que faz estremecer, desatinar, pois o bom mesmo da vida é tudo aquilo que faz o corpo arrepiar e o coração bater mais forte!





terça-feira, 29 de novembro de 2011

Listinha da Felicidade


 
Quem nunca se aventurou na vida, e mergulhou no desconhecido só para saber como é??? Aqui vai uma lista de felicidades que encontrei no blog (A Mulher Interessante), respondi e rir muito relembrando os velhos tempos.
 
Beber uma garrafa de Vodka; (Uma garrafa de vinho sozinha.Já!)
Levar um dos seus melhores amigos para a cama; (hahaha, isso não é uma boa ideia)
Encontrar com alguém da net; (Nunca gostei desse tipo de aventura)
Fazer uma tatuagem; (Já até quis mais nunca fiz tive coragem)
Subir em um palco e dançar loucamente; (Já, e é maravilhoso)
Fugir de casa; (Quando adolescente briguei com minha mãe e fui dormir na casa de uma amiga)
Sacanear um desconhecido (Muitas vezes quando era adolescente eu e minhas amigas)
Pular de bung jump; (NÃO, JAMAIS)
Matar aula pra ir no boteco; (Nossa muitas vezes na época de cursinho)
Passear sem calcinha (cueca); (rsrs ainda não fiz, mas deve ser desconfortável)
Agarrar seu amor platônico; (Nunca tive amor platonico!)
Fingir ser estrangeiro e falar um idioma que não existe; (Já sim, é muito engraçado)
Ficar com alguém 10 anos mais velho que você; (Sim, claro)
Sair de casa na sexta a noite e voltar na segunda de manhã; (muitasssss vezes)
Dormir com a roupa que saiu depois de um porre; (Nossa, quem nunca fez isso???)
Ir a uma praia de nudismo; (Ainda não!)
Ficar com seu professor; (Não)
Roubar o namorado de alguém; (Serve ficante?)
Se apaixonar a 1ª vista; (Uma única vez!)
Usar a melhor roupa pra ir ao mercado; (hauhauaha pior q já)
Sair com o melhor amigo do seu ex; (Não exatamente um ex!)
Pintar o cabelo de uma cor absurda; (não foi proposital, mas uma vez ficou abóbora e outra rosa)
Chorar vendo um desenho; (Quando criança)
Ir parar na delegacia; (Já)
Beber até ter amnésia alcoólica; (Nunca)
Parar no hospital por causa de bebida: ( Nunca, mas já levei várias amigas!)
Aprender a tocar algum instrumento; (Serve berimbau? rsrsrsrs)
Ter um diário secreto; (Muitos)
Ir em uma formatura de shorts e chinelo; (Nunca)
Pegar carona com desconhecido; (Muitas vezes, quando era mais nova!)
Viajar sozinho (Sim)
Ir pra balada de ônibus; (hauhauahuaha nas vacas magras, mas já sim)
Dormir na rua; (no play serve?)
Se jogar na piscina de roupa (jáááá)

http://mulher-interessante.blogspot.com/

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

34 COISAS QUE AS MULHERES ADORARIAM QUE OS HOMENS SOUBESSEM

Mulheres têm fama de serem complicadas – ou será que os homens são distraídos demais para perceberem as sutilezas femininas? Para facilitar a vida dos pobres mortais da ala masculina, o post de hoje traz 34 coisas que mulheres gostariam que os homens soubessem.
Homens, tomem nota e pratiquem. Depois nos conte se funcionou:

1. Presentes fora de hora significam mais amor... Inclusive os mais simples.
2. “Legal” não é a resposta que queremos ouvir quando perguntamos se estamos bonitas.
3. Nós gostamos de ser surpreendidas com beijos, sem que isso signifique ir para cama depois de dois minutos.
4. Nós sempre esperamos uma ligação e sentimos falta quando você não dá sinal de vida durante o dia.
5. Um bom sexo oral pode ser a diferença na classificação entre um “ótimo sexo” e um “sexo meia-boca.”
6. Nós ficamos desapontadas quando nos arrumamos toda pra sair e descobrimos que você vai com a camisa de ontem e de chinelo.
7. Deixe para correr e tirar finas dos carros quando estiver sozinho. Nós dispensamos esse tipo de emoção.
8. Não ache que arrasa com sua performance “britadeira” no sexo. É preciso muito mais para nos dar prazer.
9. Nós ficamos desequilibradas antes e durante a menstruação, mesmo sem motivo algum. Aprenda a conviver com isso.
10. Nós iremos questionar a sua masculinidade quando percebemos que você prefere assistir ao jogo ou jogar vídeo game do que transar.
11. Você não precisa pagar a conta no primeiro encontro, mas saiba que vamos te achar mão de vaca.
12. Consulte uma amiga ou um amigo gay quando for comprar um presente.
13. Por mais desencanadas que sejamos, nós não queremos sentir o cheiro do seu pum ou o barulho do seu arroto. Principalmente dentro do carro.
14. Você fica sexy se barbeando, consertando alguma coisa, usando camiseta branca com jeans ou dirigindo.
15. Queremos ouvir o que vocês sentem. Se esforce e fale mais.
16. Nós gostamos de discutir sobre sexo. Respostas como “foi gostoso” não bastam.
17. Se não nos sentimos amadas e valorizadas, nosso botão de “caça” é ativado automaticamente. Só leva um minuto.
18. Unhas compridas machucam – mantenha-as curtas.
19. Nós gostamos de mandar SMS e emails durante o dia – por favor, responda-os.
20. Nós consideramos traição qualquer coisa que você faça/pense/fale com outra que não gostaria que soubéssemos.
21. Barba começando a crescer irrita a nossa pele. Tire tudo ou deixe um pouco maior.
22. Você não precisa engordar, parar de usar perfume ou não fazer mais a barba depois que começamos a namorar. A concorrência é forte.
23. Se você fica com preguiça de fazer carinho, nós ficamos proporcionalmente com preguiça de fazer boquete.
24. Entre bombons, flores e ursinhos de pelúcia, nos dê um sapato.
 25. Não explique uma traição dizendo que “não teve importância”. É horrível ser traída por algo “sem importância”.
26. Para nós não importa tanto o tamanho do seu pau, desde que ele seja maior que um OB. A performance conta muito mais.
27. Nós quase sempre sabemos quando estão mentindo – aprenda que temos um sexto sentido mais desenvolvido do que o de vocês.
28. Nós precisamos de preliminares e não vamos ficar suficientemente molhadas se você não caprichar nessa parte. Quanto mais, melhor.
29. Nós gostamos de sexo selvagem -  mas queremos dormir de conchinha e ganhando cafuné na cabeça depois.
30. Nós temos o maior prazer em fazer um boquete – desde que seu pau esteja cheirosinho e que você nos recompense depois.
31. Mulheres pegam infecções urinárias com muita facilidade. Esteja sempre com o pau e os dedos limpos.
32. Nós adoramos ser elogiadas. Vale qualquer coisa: da cor do esmalte ao roteiro que escolhemos para as férias.
33. Não peça para escolhermos onde vamos no primeiro encontro. Nós gostamos de ser levadas pra sair.
34. Sim, nós temos senso de direção ruim e odiamos mapas e vagas apertadas. Se ofereça para estacionar invés de ficar botando defeito.
E aí, faltou alguma coisa na lista? Nos ajude a deixá-la mais completa com a sua opinião nos comentários!

http://www.casalsemvergonha.com.br/2011/04/26/34-coisas-que-as-mulheres-adorariam-que-os-homens-soubessem/

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Afrodite!

Dentro de cada mulher existe uma Afrodite! Afrodite era a deusa do amor, da beleza corporal e do sexo, ela tinha uma forte influência no desenvolvimento e prazer sexual das pessoas. Por isso, que toda mulher possuem uma arma de sedução que é a sexualidade, e não precisa ser extremamente bonita para exercer nos homens o seu fascínio, basta saber usar o seu Poder de Sedução como ferramenta! Quando a mulher está no seu período fértil, libera um hormônio chamado de Feromônios, esse hormônio é uma espécie de bálsamo que atrai o sexo oposto, os homens são atraídos pelo (cheiro do prazer), que nós mulheres liberamos quando estamos no período fértil. Esse cheiro tem um enorme poder sobre o comportamento masculino, os homens se comportam de maneira mais eufórica, ficam mais excitados, atenciosos e carinhosos... Esse odor sexual é responsável de provocar variadas condutas sexuais!
Toda nossa sexualidade está aflorada neste período, nossa pele, cabelos, unhas ficam mais bonitos e brilhantes, quando juntamos este hormônio com a sexualidade podemos nos tornar “a Lilith”, aquela capaz de seduzir, enfeitiçar... E essa arte de sedução encontra-se no poder da nossa sexualidade, o tal “Borogodó”.
Mas cuidado! Não se deve misturar sensualidade com vulgaridade. A mulher sensual usa seu lado provocativo de forma implícita, já a mulher vulgar traz para o público todo seu apetite sexual.

sábado, 22 de outubro de 2011

Por que os homens mentem????

O que é mais fácil: Acreditar na mentira ou duvidar da verdade???? Particularmente essa pergunta é muito pessoal e relativa, e vai depender do grau de intimidade e envolvimento que está vivendo, quanto mais íntimo é o relacionamento, mais sofrido lhe causará uma mentira, isso porque o sentimento de traição é mais profundo.
Os homens sempre mentiram e vão continuar mentindo, a maioria das mentiras ocorre nos primeiros encontros, quando eles querem apresentar-se da melhor forma possível, na maioria são mentiras brancas, aquelas que existem para que possamos viver sem violência ou agressão, ja que muitas vezes preferimos a sutil distorção dos fatos do que à verdade nua e crua.
São duas maiores razões que fazem os homens mentirem: Obter um ganho ou evitar uma dor, então eles mentem pois têm medo das consequências que a verdade pode causar...Quando estão na conquista metem para impressionar, atrair ( fingem ser o que não é, ou ter o que não tem), se estão num relacionamento metem para não perder, evitar algum atrito ou aborrecimento; Eles fazem isso para poupar a parceira de um desconforto, mas a maioria das mulheres têm a mania de futucar a verdade a todo custo, só que muitas ds vezes é preferível que essa tal verdade fique no anonimato, caso nenhuma atitude for tomada. Devemos fazer sempre uma pergunta antes de correr atrás da verdade: O que vou fazer se descobrir que ele está mentindo????  Se por acaso a verdade for descoberta e nehuma atitude for tomada, então é melhor que essa tal verdade fique oculta, pelo menos por um tempo, pois muitas das vezes saber de tudo e não fazer nada acaba perdendo o respeito e a credibilidade, uma vez que o maior problema não é a mentira, e sim a consequência que ela pode trazer para ambos...É preciso saber onde está pisando, " acreditar na mentira" para não se decepcionar ou se machucar, nenhum homem é digno de total confiança, mesmo que eles estejam dizendo a verdade, é sempre bom desconfiar dela!!!
E toda mulher sabe quando o homem está mentindo, elas não apenas têm maior capacidade de descobrir a mentira como também possuem maior capacidade de guardá-las para usar como munição futuras, são capazes de fazer vistas grossas para extinguir a mentira que incomoda.
Fazer o jogo do contente ajuda: Se ele mente é porque têm medo de perder, pois você é especial por demais para passar por algum constrangimento...Usar dessas ferramentas ajuda a viver uma vida mais gratificante e prazerosa, e confiança é um recurso que se consegue com o tempo!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Feliz Dia das Crianças!!!


Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz, assim ele saberá o VALOR, das coisas e não o seu preço, pois "não se mede o valor de um homem pelas suas roupas ou pelos bens que possui, o verdadeiro valor do homem é o seu caráter, suas idéias e a nobreza dos seus ideais".

Pequenos detalhes

Toda mulher observa o homem na sua totalidade ( o conjunto da obra), a primeira impressão não é só a beleza física, mas também a meneira como eles conquistam o universo feminino, o seu poder de sedução e persuasão. Quando chegamos aos trintas ficamos mais seletivas nas escolhas, deixamos de observar a beleza como fator principal e começamos a perceber melhor a atração( a tal quimica), depois vamos por partes: (o sorriso, o papo, a pegada...), e por aí vai...
Já os homens observam as mulheres por partes ( peito, bunda, rosto...) para depois olhar o todo. Existem aqueles que possuem taras (pé, nariz, orelhas...), e aqueles que não suportam certos defeitinhos fisícos, e assim segue a preferência de cada um.
Porém, uma exigência masculina me chamou a atenção, conversando com um amigo, ele me declarou que não suporta mulher que tenha os pés rachados, e se o buraco da orelha estiver rasgada aí que ele não quer conta, a garota pode ser a mais bonita do pedaço, se tiver um desses ( defeitos) não tem jeito. Essa exigência foi uma das mais bizarras que eu já vi, foi motivo de muitas garagalhadas, pois só desmistifica a ideia de que os homens não reparam nossas pequenas falhas; Reparam sim, e são detalhistas, cada um com sua paticularidades e preferências. Então queridas Divas caprichem no visual porque a situação tá difícil!!! 
Eles querem perfeição, e todos vem com defeito de fábrica!!! Rsrsrsrsrsrs

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Ter ou Ser


Os livros de auto-ajuda vendem mais do que os livros de conhecimento pessoal, vivemos numa sociedade doente e nunca estamos satisfeito com que temos, pois a lei do consumismo sempre nos obriga a buscar sempre o (TER), para preencher a insatisfação pessoal. Cobrimos-nos de jóias, roupas, sapatos, para tapar o buraco da solidão e do medo. O ter é mais fácil do que o ser, pois o ter só depende de você, do seu esforço para conseguir o objetivo, já o ser acaba de uma forma ou de outra dependendo da reação do outro para ser exercida.
Podemos ter um carro, basta trabalhar para isso, mas é difícil ser carinho com quem maltrata, podemos ter vários amigos, mas é difícil ser prestativo com que não sabe agradecer... Somos o reflexo do outro, e a lei do retorno: “Dou somente o que recebo”, acaba reinando neste mundo egoísta, frio... E assim vamos protegendo de nós mesmas.
Fomos educados a correr contra o tempo, não confiar nas pessoas e lutar pelos nossos ideais sem se preocupar em ajudar o próximo, pois muitas das vezes o próximo era tido como rival.
É preciso rever os conceitos, repensar valores e colocar em pratica as boas ações sem esperar recompensa, são poucas as pessoas que reagem de uma forma contraria com que estamos acostumadas, acabam não usando a mesma ferramenta para dar a resposta necessária. Essas pessoas têm o dom da palavra, sabem o valor e a importância da humildade. São de fatos pessoas mais leve e feliz com tudo que têm.
A mudança depende de você, se você tem vontade de SER uma pessoa melhor e mais feliz a hora é agora, pois nunca é tarde para recomeçar!





terça-feira, 20 de setembro de 2011

Mulheres independentes


Assistindo ao programa da Eliana no quadro: “Quer namorar comigo?”, uma das candidatas me chamou a atenção por se destacar independente. Ela fez questão de frisar sua liberdade financeira e na comparação com um animal escolheu o gato pela sua independência. Resultado: Ela foi a primeira a ser eliminada pelo pretendente... O que uma mulher auto-suficiente estaria fazendo naquele quadro?
Na verdade, ao mesmo tempo em que as mulheres correm atrás da sua liberdade financeira, procuram homens que lhes proporcione carinho e tragam segurança. Mas, a situação complica quando as mulheres deixam de ocupar o seu lugar de MULHER na relação e esquecem de seus atributos femininos, pois envolvidas nas suas conquistas e cientes do que sabem o que querem, deixam subentendido que não precisa de homem nenhum para viver, e por medo de perder tudo que já conquistaram acaba demonstrando a sua independência através de um jeito masculinizado, como se estivesse competindo ou mediando forças com os homens.
Porém, os homens não temem a mulher que tem uma profissão e ganha muito dinheiro, eles temem, sim, a mulher autônoma, e a mulher autônoma é aquela olha o mundo com novos olhos, que tem coragem de ser ela mesma na sua totalidade e não renuncia seus objetivos para corresponder às expectativas masculinas.
Eles têm medos das mulheres auto-suficientes, pois não está acostumado com as mulheres que sabem o que querem, o medo de perder seu papel na relação faz com que muitos se afastem desse tipo de mulher, pois acostumados a serem o mentor, o mediador na relação, não aceitam seguir ordens, regras ditas e proferidas pelas mulheres, eles gostam de conduzir e não serem manipulados. Para os homens as mulheres independentes se acham muito dono do próprio nariz e costuma não aceitar opiniões e conselhos, e este acaba perdendo um pouco o controle da situação.
Então, que a mulher seja forte, independente, inteligente e dona de seu próprio nariz, mas que nunca perca sua doçura, sua incrível e necessária sensibilidade... Pois para ser feliz é preciso encontrar harmonia na vida afetiva. Toda mulher segura de si procura um homem que lhe proporcione bem estar e segurança, homens AUTOCONFIANTE, educado e que tenha metas e objetivos pra sua vida. Esta mulher precisa de um homem que seja INTERESSANTE, que se faça presente, valorize a companhia dela e que demonstre que estar ao lado dela é importante, e isso só será possível quando existir o respeito e a admiração.



sábado, 17 de setembro de 2011

Para descontrair: Oração das Mulheres Resolvidas

Oração das Mulheres Resolvidas

Que o mar vire cerveja e os homens, tira-gosto.
Que os nossos homens nunca morram viúvos,
e que nosso filhos tenham pais ricos e mães gostosas!

Que Deus abençoe os homens bonitos, e os feios se tiver tempo;

Deus...
Eu vos peço sabedoria para entender o homem,
amor para perdoá-lo e paciência pelos seus atos,
porque Deus, se eu pedir força, eu bato nele até matá-lo.

Um brinde...
Aos que temos, aos que tivemos e aos que podemos ter.
Um brinde também aos namorados que nos conquistaram,
aos trouxas que nos perderam e os sortudos que ainda vão nos conhecer!
*Que sempre sobre, que nunca nos falte, e que a gente dê conta de todos*!
Amém.

Homens são como um bom vinho. Todos começam como uvas, e é dever da mulher pisoteá-los e mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia pro jantar.

Obs: Texto extraido da internet

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Fechando um ciclo




Uma das coisas mais difíceis para o ser humano é fechar uma etapa da sua vida, ficamos anos perturbados com determinadas situações e não temos coragem de colocarmos um ponto final, pois na verdade esperamos que algo possa acontecer para finalmente mudar todo rumo da história... E quando este dia chega, todo passado volta e faz uma reviravolta nas nossas cabeças, como se pudéssemos voltar ao tempo e fazer tudo diferente, e aquelas palavrinhas mágicas perturbadoras: “E se...” Como se por um passe de mágica tivéssemos o dom de fazer milagres, e evitar futuras frustrações. Não se pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, o que passou não voltaráAs coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora. Aí, chega à hora de você se livrar dos seus escorpiões e cuspir todo infortúnio que atormenta a sua mente, todos os anseios reprimidos vão sendo dilacerados, a alma vai ficando mais tranqüila e a consciência mais leve, pois finalmente temos a sensação  de dever cumprido.  A questão da culpa, vai sendo desmistificada à medida que as palavras aparecem, que as certezas surgem, que as verdades são ditas, então descobrimos que não existem culpados, existe falta de oportunidade, interesse, ou então o destino que assim quis... Não era para ser e pronto, nós que temos a mania de futucar, driblas o destino e fazer do nosso jeito, pois a sensação de onipotências fala mais alto, e acabamos dando um(a) de senhor(a) do nosso próprio destino. Mas para que novas oportunidades aconteçam e novos ciclos sejam abertos, se faz necessário se desapegar...abandonar as roupas usadas, surradas e investir em roupas novas, reciclando o espírito e a alma, dando um upgrad na vida. Se insistir em continuar entre o passado e o presente corre-se o risco de perder a alegria e o sentido do futuro, e de novos ciclos que precisam ser vividos.


Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és... E lembra-te: “Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão”


segunda-feira, 5 de setembro de 2011

I'am a Diva!






Sou uma Diva, não porque sou a mulher mais linda, rica, e perfeita, mas porque sou autêntica e confiante no que faço. Meu estado de espírito vai além das convicções, permito me emocionar e rir de mim mesmo, curto minhas estrias, minhas celulites, e meus cabelos brancos sem me descuidar; Tenho o poder de estar sempre bela, mesmo usando bobes, máscaras faciais ou outros recursos de beleza, isso porque uso o meu sorriso para iluminar a admiração que os outros me reservam.

Tenho coragem de enfrentar os desafios vivendo momentos de perigo e insegurança sem perder a doçura, amar e curtir todas as emoções em fração de segundos, e revive-los a cada nova lembrança ou citações. Mantenho sempre o mistério em torno de coisas aparentes, valorizando cada nova descoberta. Posso não trazer tranqüilidade onde há guerra, mas dou emoção e significado a vida, posso não ser melhor em tudo, mas sempre dou um toque de alegria e cores, pois tenho um brilho intenso e maravilhoso que é só meu!

Sou diferente, não porque sou melhor, mas porque sei fazer a diferença sem ser onipotente, sou simples e a simplicidade é meu maior trunfo, sei lutar pelos meus ideais sem humilhar e sem ser humilhada, e não me escondo atrás de imagens deixando as inúmeras oportunidades da vida passar...Permito tomar um porre de vinho sem perder a classe, nem comprometer a dignidade, e a auto-estima. Não uso máscaras e nem verdades absolutos, mas deixo esperanças nos corações aflitos e duvidosos. 

Sou uma Diva, porque sou direta sem ser radical, e firme sem ser racional; Não tenho medo do “provável e do pode ser”, e não perco a esperança em dias melhores. Sou diferenciada, e sei usar a força que me foi atribuída à minha inteligência, pois sou forte sem perder a minha sensibilidade, guerreira sem perder a sensualidade, e lutadora sem perder meus sonhos... Sei dar prazer sem pudores sem ser vulgar, mas não me permitos amores pueris nem sonhos em fim de tarde, e estou sempre com água de cheiro no pescoço e calcinha rendada na cama...

Sendo assim, sou a versão masculina do malandro, não aquele malandro que quer se dá bem em tudo, manipulando, trapaceando, driblando as leis e as pessoas, mas o malandro no sentido de viver a vida de forma peculiar e satisfatoria.
Dessa forma, digo e afirmo: EU SOU UMA DIVA!


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Paixão

 



Ah, deliciosa paixão que vai entrando devagar de modo peculiar revigorando a alma e o espírito, transformando a vida em cores radiantes e borboletas flutuantes... Esse sentimento que invade o coração quase que sem permissão, vai se instalando, tomando conta da razão, enlouquecendo, estremecendo sem medir conseqüências, fazendo uma bagunça danada, bagunça esta que não quer ser arrumada, pois perde todo o contexto da sua significância e a essência de sua função.
E ela vai chegando com um simples gostar, um simples desejo de estar junto, perdidos no tempo, nas horas de silêncio; Onde o calor do peito, o suor das mãos, os lábios ressecados procuraram disfarças, e as palavras embaraçadas se misturam em pensamentos confusos e delirantes, esquecendo do mundo lá fora.
Sentimento que encontra um coração dilacerado, abatido, sem vida, e ali vai ficando... E o corpo cansado de lutar se deixa envolver, não espera recompensa, não permite ser subjugado, analisado, quer somente viver e envolver, refazer e desfazer preconceitos. Encantando com sua particularidade e simplicidade, onde o pensar, o tocar e o sentir se misturam na ânsia de querer mais, e tudo vai depender do contexto da história, da importância do envolvimento, da intensidade, e é claro do espaço que outro permite se envolver.
Bom mesmo é quando ele deixa de ser ímpar, onde os sonhos permitem voar na imensidão do desconhecido onde tudo é possível, se tornando pluralizado fazendo um bem à alma, a pele, ao corpo...
Apaixone-se e dê uma significância na sua vida, pois feliz dos apaixonados que se deixam viver, cada minuto e segundo, intensamente... Pois uma vida sem paixão é uma vida vazia, sem sonhos, sem perspectivas, sem esperança.



"As paixões são como as ventanias que incham as velas do navio. Algumas vezes o afundam, mas sem elas não se pode navegar."
Voltaire

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Doces Cafajestes


O poder de sedução de um cafajeste é impressionante, ele envolve a mulher na sua teia, no seu doce veneno. São observadores, atenciosos, carinhosos... Dizem frases que toda mulher gosta de ouvir, agem como um verdadeiro “gentleman”Às vezes pode até ser verdade, o que eles realmente estão dizendo, pois o cara quer mexer com o ego da garota., e que mulher não gosta de se sentir a gostosa, que tem aquele sex appeal, enfim, que enlouquece os homens? 
A mulher que se encontra vulnerável acaba entregando-se aos seus encantos, pois toda mulher gosta de ser seduzida, elogiada, desejada...Só que muitas delas ainda não sabem conduzir o jogo masculino e acabam perdendo por se deixar envolver pelo coração, esquecem se ser racionais, não sabendo separar a emoção da razão, o amor do sexo, não sabem usar o desejo a favor do prazer, e acabam sofrendo por isso, por se envolver emocionalmente sem ter certeza da relação.
É preciso ficar atenta nas armadilhas do coração, entender os argumentos masculinos e driblar as famosas frases prontas. Eles adoram falar pelas entrelinhas, gostam da incerteza, do improvável, do pode ser... Se quer mesmo se sentir a Diva do pedaço tenha cuidado na  sedução masculina, se realmente quer se envolver que tenha autoconfiança acima de tudo, não demonstre entusiasmo nem estado de enlouquecia, e principalmente: Que saiba “sair à francesa” quando perceber que a relação já se desgastou, deixando sempre um ar de subtendido, e a janela meio aberta.
Pois, a mulher não precisa se igualar aos homens para fugir dos contratempos do coração, é importante saber usar o poder da sedução feminina a seu favor, e só emergir num relacionamento quando sentir reciprocidade, certeza do envolvimento mútuo.
Pois os homens gostam de mulheres autoconfiantes, segura de si, sem medo de arriscar, ousar, sem medo de perder... Mulheres que saibam, usar as adversidades como ponto de partida para um novo recomeço, não submetendo assim as doces ilusões dos cafajestes da vida. 
Para entender melhor vai anexo o manual do cafajeste, para você querida Diva se proteger das armas infalíveis desses homens que se acham super-poderosos. Espero que goste.



terça-feira, 9 de agosto de 2011

Ressignificar


A carência emocional faz com que as pessoas se apeguem aos pequenos detalhes... Um olhar especial, um afago gostoso, qualquer manifestação que “tape o buraco” do vazio e da aparente solidão.
E é justamente essa doce ilusão que faz com que o indivíduo sai da sua zona de conforto, do seu mundo “politicamente correto”, e mergulhe na imensidão do oceano imagético onde é tudo é permissível.
Quando a mulher é independente, inteira e autônoma ela é mais seletiva em suas escolhas afetivas, tem a capacidade de optar por relacionamentos que irão lhe oferecer trocas mais maduras e criativas. Escolhem companheiros mais maduros psicologicamente, dispostos a dar e receber e a manter um relacionamento onde os dois ganhem. Pois o que realmente importa é viver, sem culpas, sem cobranças, sem medos. Aprendendo a observar que todas as circunstâncias podem ser compreendidas, potencializando assim a capacidade de superação em momentos adversos, onde o balde de água fria se faz necessário.  Fazendo a vida valer a pena... Sempre.

“Somos nós que fazemos a vida, como der, ou puder ou quiser... Sempre desejada”.






sexta-feira, 5 de agosto de 2011

INTENSIDADE


Qual a diferença entre sentimento e emoção?
Há princípio fica muito difícil responder essa pergunta, pois temos a falsa ideia que uma está ligada intrinsecamente na outra, mas na verdade existe um abismo enorme entre as duas.
Emoção é o estado excitatório de todo o corpo, estado de ‘furor’ psíquico e corporal. Envolve comportamento, fala e estado físico alterado. A emoção é estado emocional passageiro. Como se tivesse uma ‘função’, ser intensa, satisfazer, dar vazão e passar, já o sentimento é estado afetivo brando, de experiência mais complexa e com elementos mais intelectuais.
Para entende melhor fiz uma seqüência de emoções que demonstram com clareza a principal diferença entres sentimento e emoção. (PAIXÃO-EXCITAÇÃO- DESEJO-PRAZER-ORGASMO - ÁPICE).
Foi preciso sair do ponto de partida que é a PAIXÃO para o ponto de chegada que é o ÁPICE, para entender que a principal diferença entre ambos é justamente a INTENSIDADE que existem entre si. A paixão é um sentimento que precisa de emoção para ser vivido, caso contrário transforma-se num sentimento inóspito e apático.
Quando Osho diz: “Opte pelo que faz seu coração vibrar, apesar de todas as conseqüências”, ele está subentendendo que toda emoção para ser vivida é preciso ter intensidade, pois a intensidade é o coração das emoções. Tudo que é feito com emoção se torna prazeroso e satisfatório, pois a sensação do furor, de inquietude e excitação causadas pela emoção é o que faz um relacionamento ser bom e duradouro, e isso só são possíveis quando existe a INTENSAIDADE.
Sendo assim, sem intensidade todos os sentimento e emoções se perdem no contexto mágico e sublime da sua essência, é imprescindível ressignificar os sentimentos dando intensidade neles, conhecendo assim a importância de se emocionar.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Quimicamente falando


Muitas das vezes ficamos nos perguntando como isso pode acontecer ou porque não aconteceu antes. Perguntas desse tipo geralmente não têm respostas, o que realmente importa é viver intensamente todas as emoções que a vida oferece. Com esse casal de amigos foi assim, eles não tinham dimensão do que estava acontecendo, de repente era como se estivessem se vendo pela primeira vez. E de fato era mesmo, com outro olhar!
Eles se encontravam esporadicamente com a mesma galera de sempre, (ela já ficou com o melhor amigo dele e ele com a melhor amiga dela). Sabe aquele grupo de amigos que se encontram vez ou outra, sem compromisso para bater papo e dar boas gargalhadas?  Pois bem, é sempre desse jeito que eles se reuniam! Mas o tempo foi passando e cada um seguiu seu rumo, ninguém tinha mais tempo para as gargalhadas e palavras ao vendo... E quando alguém se encontrava sempre faltava um ou dois integrante da turma.
Depois de alguns anos a galerinha voltou a se reunir, e as horas de alegrias e descontração se estenderam até tarde, tudo aconteceu delicadamente sem planejar, eles não imaginavam que algo pudesse acontecer. Sentaram próximo um do outro, a conversa gostosa, as gargalhadas, a bebida agradável, o som de violão tudo casava naquele dia... Como num passe de mágica se aconchegaram,; Não precisou trocar olhares e nem dizer frases que insinuasse algum tipo de paquera, não precisou de nada nem ninguém para estar em sintonia.
Ela exausta de um dia longo, se aconchegou nos teus braços sem segundas intenções, e ele com o carinho de amigo retribuiu o seu afago. O que eles queriam era um chamego gostoso! E aquele cafuné foi criando expectativas dentro deles, naquele momento ela se sentia protegida e acolhida. Envolvidos naquela clima rolou o primeiro beijo, delicado, demorado... pareciam que ambos queria congelar aquele momento; 
( Ninguém entendia nada o que estava acontecendo). E para falar a verdade, acho que nem eles!
O corpo falava para onde queria ir, e embriagados pelo desejo, atenderam ao pedido dos seus corpos, tudo estava em harmonia, o estado de êxtase que se encontravam não permitia nenhum outro tipo de sentimento nem culpa; Quimicamente envolvidos nem virão o dia raiar, tudo era mágico e sublime!
E imergido neste sentimento curioso e inovador, decidiram continuar a intensidade das emoções no dia seguinte, foi ainda mais emocionante e prazeroso, pareciam que se conheciam intimamente há tempos, sabia exatamente o que queriam. Até quando eles vão viver essa emoção eles não sabem, mas de uma coisa eles tem certeza: “Nunca irão esquecer daqueles momentos”!



terça-feira, 26 de julho de 2011

O acaso

Acredito que nada acontece por acaso, e se algo tem que acontecer é porque já estava previsto. Aí a gente fica se questionando: “ Como isso pode acontecer, se não estava nos meus planos?!”. Mas, certas coisas acontecem para que possamos observar o que está acontecendo ao nosso redor, é um tipo de sacudida que o destino nos dá para termos a coragem de enfrentar os obstáculos e colocar na balança o que é realmente essencial e satisfatório.
É importante que antes de tomarmos qualquer atitude, passemos a observar os sinais que a vida nos mostra através das entrelinhas, é preciso ter sensibilidade para reconhecer os sinais e coragem para tomar uma decisão. Mas é bom lembrar que antes de qualquer “batida de martelo”, se possa refletir sobre todos os pontos negativos e positivos, fazendo uma retrospectiva e vendo o que realmente faz a vida ter sentido. 








quarta-feira, 20 de julho de 2011

Feliz dia do amigo!


















Houve tempos em que precisei chorar,
e você me consolou.
Houve tempos em que sorri,
e você sorriu comigo.
Houve tempos em que briguei, questionei
e você me apoiou.
Houve tempos em que sonhei, lutei, acreditei
e vivi intensamente muitas emoções.

Houve tempos em que me senti sozinha,
mas como um presente maravilhoso de Deus
você esteve presente em todos
os momentos da minha vida
com seu jeito especial e sua amizade verdadeira.

E hoje não mais estou só, porque tenho você!
enfrentando todos os obstáculos,
acreditando em mim e em meus ideais.

( Autor desconhecido)

FELIZ DIA DOS AMIGOS PARA TODOS QUE RELAMENTE TEM UM AMIGO DE VERDADE

sexta-feira, 15 de julho de 2011

E de quem é a culpa?


A todo o momento estamos nos culpando e cobrando pela perfeição na vida pessoal e profissional, queremos sempre ser o melhor em tudo, e quando não conseguimos manter uma vida nos padrões impostos pela lei do perfeccionismo, temos a sensação de fracasso e impotência. E dessa decepção nasce um sentimento profundo: A culpa.
Este sentimento que nos atormenta, cria falsas expectativas, fazendo-nos acreditar que “existe um corpo prefeito, que dinheiro trás felicidade e que existe a famosa família da propaganda de margarina”, corremos atrás dessas ilusões e acabamos nos punindo quando não alcançamos esses ideais estereotipados”.  Desse acúmulo de pressão e culpas, ocorre à chamada Síndrome de Burnout, uma doença causada pelo excesso de responsabilidade, esgotamento intelectual e físico, as pessoas chegam aos consultórios médicos sufocados de tanta cobrança e metas impossíveis, pois o mundo exige super-humano.
São varias as culpas que nos atormenta, mas aqui vão as cinco principais culpas globais:

A CULPA DO CORPO PERFEITO: Queremos o corpo perfeito, ma não temos tempo nem disposição para praticar uma atividade física, e não sabemos nos alimentar direito sem abrir mão das guloseimas:
SUGESTÃO: Buscar atividade física que proporcione prazer; diminuir as gorduras e o açúcar, e introduzir frutas e verduras no cardápio;

A CULPA DA PATERNIDADE: Queremos tempo para os filhos sem abrir mão das jornadas duplas de trabalho.
SUGESTÃO: Escolher um momento do dia para estar com as crianças sem sacrificar as horas de descanso.

A CULPA DO TRABALHO: Queremos estabilidade financeira, promoções, mas não nos empenhamos em correr em buscas de dias melhores.
SUGESTÃO: Procurar trabalhar por prazer e no que realmente gosta.

A CULPA PELA FALTA DE DINHEIRO: Queremos dinheiro suficiente, mas não sabemos controlar os gastos comprando sempre mais do que deveria.
SUGESTÃO: Limitar o cartão de crédito e ou sair com a quantia exata do dinheiro.

A CULPA DO SOCIAL: Queremos nos envolver nas causas sociais, mas não temos tempo nem dinheiro para isso.
SUGESTÃO: Comece ajudando a pessoa que está ao seu redor, o seu bairro, sua comunidade.

Toda essa culpa estabelecida pela sociedade e por você mesma faz com que a saúde mental fique debilitada. O melhor que se tem a fazer é estabelecer metas que realmente é importante, um objetivo em que você possa se envolver com dedicação e prazer; procurar atender uma coisa de cada vez, pois se faz tudo ao mesmo tempo acaba não fazendo bem feito e conseqüentemente vai se sentir culpado por isso.
Procure algo que preencha o seu ego, e coloque intensidade, tudo que e feito com amor e prazer se torna bem feito!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Pau para toda obra

A estabilidade financeira é um sonho de todos, e ter um emprego que traga segurança e autonomia é mais do que um bilhete premiado. E quando não se tem um trabalho que  proporcione respeito e segurança o fantasma do desemprego vai ser sempre uma ameaça constante, e nós mulheres somos ainda mais vulneráveis neste sentido, pois o mundo competitivo que temos hoje não permite fazermos escolhas, principalmente quando somos mães.
Em determinadas situações somos tidas como “mulheres com problemas”, por causa dos nossos filhos, ai somos obrigadas em optarmos em ser uma mãe presente ou uma profissional competente, e às vezes conciliar essas duas qualidades é mais do que uma prova de fogo. Na primeira oportunidade somos facilmente substituídas ou as primeiras a sermos demitidas quando há necessidade de cortes ou redução de pessoal. Os nossos filhos são os nossos “problemas” no mercado de trabalho, até na hora de procurar emprego umas das primeiras perguntas que fazem e se temos filhos, tipo uma seleção natural.
Por medo de ficar de fora, e pela falta de opção, somos obrigadas a aceitar certas imposições, humilhações e até mesmo falta de respeito, as dificuldades não permitem desistir e ir em busca de dias melhores. A todo o momento temos que demonstrar competência e disponibilidades, só falta mesmo falar a famosa frase: “Sou pau para toda obra”! Como se todo o universo girasse em torno das nossas obrigações profissionais. E quando por algum motivo ou por força maior temos que dizer: “Não posso”, somos colocadas em cheque mate! Toda nossa lealdade e competência são insuficientes na hora de ameaçar, todo esforço e dedicação são esquecidos e facilmente substituídos.
O medo de perder é mais forte dos que as nossas virtudes, mil coisas passam na nossa cabeça (os compromissos, os filhos...) e justamente por causa desse medo absoluto nos sentimos fragilizados, impotentes e sem perspectiva, obrigadas a aceitar todas as submissões cabíveis.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Xô olhado!


A inveja é um dos sentimentos mais terríveis e poderosos que existe, trata-se de um vício que mais causa sofrimento e dor, capaz de destruir tanto a vida do invejado quanto do invejoso. É um dos sentimentos mais difíceis de serem eliminados da alma humana, pois o desejo pela vida alheia, transforma o invejoso num ser obstinado e perigoso, sem medos das conseqüências dos seus atos. Sua falta de capacidade e seu falso idealismo fazem com que este manipule e destrua somente por satisfação pessoal e alimentação do superego. O brilho dos outros o incomoda, por medo de perder seu espaço se sente ameaçado e vulnerável, e em virtude disso faz de tudo para “roubar” o brilho e a vida alheia, suas palavras são arpas de fogo e suas atitudes são maquiavélicas. Nada que lhe é atribuído é suficiente ele sempre quer mais, nunca está satisfeito, quer para si a vida do outro, em todos os sentidos!
Como não se pode evitar conviver com esse tipo de pessoas, o melhor a fazer é manter distância de suas cobiças e olhado. Não grite ao vento sua felicidade, não demonstre satisfação nas suas conquistas, não esbanje sabedoria e tenha sempre um patuá de proteção e uma oração poderosa sempre a disposição. Como não se pode evitar o melhor mesmo é se proteger, e dizer alto e em bom tom: “Xô olho gordo”!

sábado, 2 de julho de 2011

Triângulo amoroso


O momento da gravidez é único e sublime, a maioria das mulheres ficam mais bonitas, sensuais...No ápice da excitação a endorfina responsável pela sensação de prazer aumenta e a mulher começa a produzir estrogênio, o hormônio estimulante da libido feminina, e esta fica a flor da pele. Ela usa todo seu charme e sensibilidade para envolver o seu parceiro. Porém, muitos homens ainda têm certos preconceitos e tabus quando a sua mulher está neste período, o papai tem a sensação de ser o "protetor", olhando a sua mulher como mãe e não mais como amante, e assim ele se afasta sexualmente para protegê-la e não prejudicar o bebê.
Sexo é muito bom e necessário durante toda a gravidez. Fortalece os músculos do períneo que ajudam na hora do parto, deixa a mamãe feliz e relaxada, e o bebê sente tudo o que a mamãe sente. Se a mamãe está feliz, o bebê está bem. A cumplicidade do casal pode aumentar. O sexo só é proibido ou restrito em algumas situações, como sangramentos durante a gravidez, descolamento de placenta, perda de líquido amniótico, risco de aborto, entre outros. A mamãe deve sempre conversar com os seus parceiros, onde e como gostam de serem tocadas. A afetividade durante a gestação só trás benefícios tanto para o bebê quanto para a mamãe.


terça-feira, 28 de junho de 2011

Não tente outra vez.

É incrível como nós mulheres estamos sempre dispostas a dar mais uma chance nos relacionamentos. Pensamos nos filhos, família, sociedade, acreditamos que o amor merece mais uma oportunidade e que o outro vai mudar. Usamos várias estratégias: Cortamos relações, fazemos greve de sexo, colocamos para dormir no sofá ( ou no quarto das crianças), mantemos um casamento de aparências só para mostrar para a sociedade que temos um homem do lado...E assim, vamos "empurrando com a barriga" para não bater o matelo da separação. Mas, na verdade tudo isso porque temos medo de recomeçar sem o outro do lado, medo do novo, do desconhecido, de seguir adiante, ficamos acostumadas com essa "vidinha", pois o novo assusta e a solidão incomoda. Então preferimos ficar onde estamos, mesmo sabendo que no futuro corremos o risco de sermos abandonadas. Ai, os filhos vão estar crescidos, a casa vai ficando vazia e a idade não nos permite mais RECOMEÇAR!